5 de jan de 2010


Um vestido e um Amor

Te vi
Juntavas margaridas no jardim
Já sei que tratei bastante mal
Não sei se eras um anjo ou um rubi
Ou simplesmente te vi

Te vi
Saíste entre as pessoas a saudar
Os astros já sorriram outra vez
A chave de Mandala se quebrou
Ou simplesmente te vi

Tudo que me dizes é demais
As luzes se acendem em minh'alma
E quando me perco na cidade
Você já sabe compreender
Que é só um tempo e não mais
Teria que chorar ou sair a matar

Te vi, te vi, te vi
E eu não queria nada e te vi ...

Te vi
Fumavas uns cigarros em Madri
São coisas que te ajudam a viver
Não tinhas outra coisa que escrever
E eu simplesmente te vi

E fui
Eu vou de vez em quando a algum lugar
Já sei que não te alegra este país
Só tinhas um vestido e um amor
E eu simplesmente te vi

Tudo que me dizes é demais
As luzes se acendem em minh'alma
E quando me perco na cidade
Você já sabe compreender
Que é só um tempo e não mais
Teria que chorar ou sair a matar

Te vi, te vi, te vi
E eu não queria nada e te vi ...

Nenhum comentário:

É UMA HONRA RECEBE-LO AQUI !