28 de jun de 2010

Divagação sobre a palavra dormir.....




Gostava de te olhar a dormir

mesmo que isso nunca aconteça.

Gostava de te olhar,

a dormir. Gostava de dormir

contigo, entrar

no teu sono, sentir seu fluxo suave e nebuloso

a deslizar sobre a minha cabeça

e caminhar contigo nessa floresta luminosa

ondulante de folhas fluorescentes

com um sol aquoso e três luas

até à caverna onde terás que descer,

em direcção ao teu pior medo

Gostava de te oferecer o ramal de prata,

a pequenina flor branca, aquela

palavra que te protegerá

da dor a meio

do teu sonho, do desgosto

central. Gostava de te acompanhar

até ao cimo da longa escadaria

mais uma vez e de ser

o barco para te transportar de volta

com cuidado, uma chama

entre duas mãos em concha

onde o teu corpo se deita
ao lado do meu, e tal como nele entras

com a facilidade com que se respira

Gostava de ser o ar

que te habita durante um breve

instante. Gostava de se ser tão imperceptível

e tão necessária.

Margaret Atwood

26 de jun de 2010

lindo domingo!! de muita paz.....beijos.....





" Um casaco bordô, um vestido de veludo pra você usar.

Um vestido de bolero lero, lero, lero, já mandei comprar.

Se o casaco for vermelho, todo mundo vai usar.

Saia verde, azul e branco, todo mundo vai usar.

Apesar dessa mistura, todo mundo vai gostar.

É que debaixo do bolero,lero, lero, lero, tem você iaiá."


(Um vestido de bolero, de Dorival Caymmi )

23 de jun de 2010

obrigada pelo lindo carinho recebido!amo voceis...estou feliz a nossa querida amiga luciana p voltou hehehehe e milagres acontecem né lindo menino (carlos menino beija-flor)beijos em todos e uma noite feliz!

   



Bom dia, tristeza


Bom dia, tristeza
Que tarde, tristeza
Você veio hoje me ver
Já estava ficando
Até meio triste
De estar tanto tempo
Longe de você


Se chegue, tristeza
Se sente comigo
Aqui, nesta mesa de bar
Beba do meu copo
Me dê o seu ombro
Que é para eu chorar
Chorar de tristeza
Tristeza de amar


Vinicius de Moraes e Adoniran Barbosa


21 de jun de 2010

Todo grande romancista, quase sempre, é tb um poeta! obrigada pelo carinho de todos...linda noite com bjos.


Poema à boca fechada


Não direi:
Que o silêncio me sufoca e amordaça.
Calado estou, calado ficarei,
Pois que a língua que falo é de outra raça.

Palavras consumidas se acumulam,
Se represam, cisterna de águas mortas,
Ácidas mágoas em limos transformadas,
Vaza de fundo em que há raízes tortas.

Não direi:
Que nem sequer o esforço de as dizer merecem,
Palavras que não digam quanto sei
Neste retiro em que me não conhecem.

Nem só lodos se arrastam, nem só lamas,
Nem só animais bóiam, mortos, medos,
Túrgidos frutos em cachos se entrelaçam
No negro poço de onde sobem dedos.

Só direi,
Crispadamente recolhido e mudo,
Que quem se cala quando me calei
Não poderá morrer sem dizer tudo.

José Saramago
(In OS POEMAS POSSÍVEIS, Editorial CAMINHO, Lisboa, 1981. 3ª edição)
Se tens um coração de ferro, bom proveito. O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo dia.

José Saramago 

17 de jun de 2010

espaço especial!!(do meu amado marido)KIRI Contar a história de um pequeno, micro, minúsculo cãozinho que colossalmente tornou-se parte de uma família brasileira - para a minha alegria e a alegria deles.

kiri: da tristeza à alegria.    





Quando cheguei à casa de uma família brasileira, o pai estava triste: sua mãe acabara de falecer. A família toda estava triste, mas o pai muito mais. Senti no nosso primeiro encontro, que foi a sós, que a tristeza poderia provocar outras tristezas. E com o meu jeitinho faceiro, arriscando-me a ser chutado, provoquei o pai. Primeiro lati, lati até que o pai me acariciou e colocando-me no colo me embalou. A triste tristeza não foi embora de todo, mas conquistei o meu cantinho, com uma boa dose de alegria, no coração do pai.
(paulo roberto silveira bueno)



16 de jun de 2010

bom dia!!

Ganhei esse Prêmio Dardos da amiga ana do blog:
http://anasique.blogspot.com/
O Prêmio Dardos é um reconhecimento dos valores
que cada blogueiro emprega ao transmitir valores
culturais, éticos, literários, pessoais, etc... que em
suma, demonstram sua criatividade através do
pensamento vivo que está e permanece intacto
entre suas letras, e suas palavras.

Esses selos foram criados com a intenção de
promover a confraternização entre os
blogueiros, uma forma de demonstrar
o carinho e reconhecimento por um trabalho
que agregue valor á Web.

Estas são as regras:

- Exibir a imagem do Selo no Blog
- Exibir o link do blog que você
recebeu a indicação
- Escolher 10, 15 ou 30 blogs para dar
a indicação e avisa-los.
Meus indicados são:
http://viverpuramagia.blogspot.com/
http://selosemimosdosblogsdasoniasilvino.blogspot.com/
http://wanderleyelian.blogspot.com/
http://jefhcardoso.blogspot.com/
http://bichinhosamados.blogspot.com/
http://perolamarinha-45.blogspot.com/
http://coisasboasdavida-elianapessoa.blogspot.com/
http://asmeninasdoblog6.blogspot.com/
http://rosasolidao.blogspot.com/
http://cuidandonossocanteirointerior.blogspot.com/
http://taisluso.blogspot.com/
http://silvinhahba.blogspot.com/
http://ensaio12.blogspot.com/
http://gostodistonew.blogspot.com/
http://quesaudadedaamelia.blogspot.com/

agora foi.... os outros deixo para todos que passam por aqui fiquem a vontade!
agora como sou atrapalhadinha quero ver avisar todo mundo rsrsrsrs.
para mim todos que passam por aqui tem um lugar especial em meu coração
amo voceis bjos.
lindo dia...

Mais selos e mimos .....amigas (os) a partir de hoje serão todos postados no meu espaço (simplesmente rita videos e mimos)espero a visita de todos! segue endereço abaixo(link)obrigada pelo carinho.bjos.

http://poesiasloira.blogspot.com/

Ganhei esse Prêmio Dardos da amiga ana(obrigada pelo carinho e sua atenção voce é muito especial)

http://anasique.blogspot.com/
O Prêmio Dardos é um reconhecimento dos valores
que cada blogueiro emprega ao transmitir valores
culturais, éticos, literários, pessoais, etc... que em
suma, demonstram sua criatividade através do
pensamento vivo que está e permanece intacto
entre suas letras, e suas palavras.

Esses selos foram criados com a intenção de
promover a confraternização entre os
blogueiros, uma forma de demonstrar
o carinho e reconhecimento por um trabalho
que agregue valor á Web.

Estas são as regras:

- Exibir a imagem do Selo no Blog
- Exibir o link do blog que você
recebeu a indicação
- Escolher 10, 15 ou 30 blogs para dar
a indicação e avisa-los.

eu vou indicar logo mais porque são muito blogs e tenho que colocar os links tem que ser com calma ok.
Esse selinho ganhei da amiga, ana do blog:

http://anasique.blogspot.com/

Regra:

Indicar 10 Blogs Charmosos e avisar cada
presenteado.
vou indicar logo mais!! 
ana querida, obrigada pelo incentico e o seu carinho.
veja que linda homenagem!!obrigada ana isto me faz muito feliz heheheehe
http://amizaderealvirtual.blogspot.com/

A homenageada hoje é a amiga, Rita.
A glória da amizade não é a mão
estendida, nem o sorriso carinhoso,
nem mesmo a delícia da companhia.
Mas sim a inspiração que vem quando
você descobre que alguém acredita e
confia em você.

beijooo.


Ganhar mimoss é bom demais! obrigada querida amiga anninha
do blog:
http://anninhadoleonardo.blogspot.com/















http://marialbozolipoesias.blogspot.com/
obrigada querida amiga maria!você é super especial bjos.

bichinhos- tem selinhos..obaaaaa adorei amiga verana!!obrigada pelo seu imenso carinho!!bjos.

http://bichinhosamados.blogspot.com/
 meu muito obrigada!
eu adoro receber mimos e selinhos....
so que demoro a postar sou um pouco atrapalhada rsrsrsrs.
bjos.lindo dia...
selos e mimos agora neste link não esqueçam de dar um forcinha la esta bem rsrsrsrs
http://poesiasloira.blogspot.com/

14 de jun de 2010

OTIMA SEMANA!!





Gosto do garfo, apetece-me a idéia de que ele não precisa da faca para sobreviver. Não gosto de começar pelas verduras. Gosto de comer com pão. Não gosto de elevador. Gosto de escadas envidraçadas. Gosto de lápis mais do que canetas. Não gosto de parque. Gosto de praças esquecidas. Não gosto de sinais de trânsito. Gosto de pichações. Não gosto de passarelas. Gosto de calçadas largas, onde não me sinto pressionado a tomar uma decisão. Não gosto de quem finge voz infantil para falar com as crianças. Gosto de pedalar descalço como se fosse praia. Não gosto de chuva mentirosa, sem relâmpagos. Gosto de abraçar com efusão e fracassar despedidas. Não gosto de quem conversa dando tapinhas nos ombros. Gosto da sinceridade de um café. Não gosto de aperitivos. Gosto de escutar música para curvar a boca.

Não gosto de apresentações. Gosto de abrir vinho. Não gosto de terminar o vinho. Gosto quando desmarco um encontro para me encontrar por acidente. Não gosto de guarda-chuva. Gosto de livros com sobrecapa. Não gosto de nadar sozinho. Gosto de nadar sem raias para respirar. Não gosto de portas. Gosto de me falhar em janelas. Gosto de reparar primeiro os pés das pessoas, para calçar meus olhos e subir devagar. Não gosto de poltronas. Gosto de rede. Não gosto de colchão no chão.Gosto de água-furtada, abrir um piano, fechar o estojo de um violino. Não gosto de porões. Gosto de gavetas. Não gosto de armários.

Gosto de adormecer sem vontade. Não gosto de dormir cedo. Gosto de abrir cartas. Não gosto de procurar o CEP. Gosto de ter um lugar para sofrer escondido. Não gosto de chorar em público. Gosto de água com gás. Não gosto de trocar o gás. Gosto de repor as lâmpadas. Não gosto de lanternas. Gosto de velas e lamparinas, do clarão cansado. Não gosto de gente educada em excesso. Gosto do humor discreto. Não gosto de ser chamado pelas costas. Gosto quando trocam o meu nome. Não gosto de telegramas. Gosto de telefonemas longos. Não gosto de rodapés. Gosto de letra tremida. Não gosto de letras de fôrma. Gosto de guardanapo nos joelhos. Não gosto de mesas de plástico. Gosto da ironia. Não gosto do cinismo. Gosto de ver um filme pela metade. Não gosto de esperar os créditos finais. Gosto de chegar atrasado para ser pontual. Não gosto da tristeza. Gosto de gritar para as paredes.

Não gosto quando tem eco. Gosto de misturar as chaves. Não gosto de fotos em álbuns. Gosto de fotos soltas. Não gosto de assobiar. Gosto de acenar. Não gosto de palitos nos dentes. Gosto de mapas antigos. Não gosto de filas. Gosto de ler no trem. Não gosto de lembrar das senhas. Gosto de esquecer as dívidas. Não gosto de limpar as telhas. Gosto das escamas das casas. Não gosto de conferir os bolsos. Gosto da imperfeição. Não gosto do acúmulo. Gosto de inventar a letra quando estou cantando. Não gosto do travessão.

Gosto do ponto e vírgula.



Fabrício Carpinejar

9 de jun de 2010

VOLTO LOGO MAIS PARA VISITAR A TODOS! SAUDADES.......BJOS.




"Foram se conhecendo um ao outro,
cada dia uma nova descoberta.
Juntos,ele correndo pelo chão de verde grama,
ela voando pelo azul do céu,
vagabundearam por todo o parque,
encontraram recantos deliciosos,
descobriram novas nuances de cor nas flores,
variações na doçura da brisa,
e uma alegria que talvez estivesse mais dentro deles
que mesmo nas coisas em redor.
Ou bem a alegria estava presente em todas as coisas
e eles não a viam antes.
Porque -eu vos digo- temos olhos de ver e olhos de não ver,depende
do estado de coração de cada um."
Jorge Amado           

6 de jun de 2010

BOM DIA!! TRISTE SINDROME DO NINHO VAZIO....SAUDADES DE TODOS..BJOS.

curtindo com meus filhos....show...os paralamas do sucesso!! fotos arquivo pessoal.
meu erro.....paralamas do sucesso....
Composição: Herbert Vianna
Eu quis dizer
Você não quis escutar
Agora não peça
Não me faça promessas...
Eu não quero te ver
Nem quero acreditar
Que vai ser diferente
Que tudo mudou...
Você diz não saber
O que houve de errado
E o meu erro foi crer
Que estar ao seu lado
Bastaria!
Ah! Meu Deus!
Era tudo o que eu queria
Eu dizia o seu nome
Não me abandone...
Mesmo querendo
Eu não vou me enganar
Eu conheço os seus passos
Eu vejo os seus erros
Não há nada de novo
Ainda somos iguais
Então não me chame
Não olhe prá trás...
Você diz não saber
O que houve de errado
E o meu erro foi crer
Que estar ao seu lado
Bastaria!
Ah! Meu Deus!
Era tudo o que eu queria
Eu dizia o seu nome
Não me abandone jamais...
Mesmo querendo
Eu não vou me enganar
Eu conheço os seus passos
Eu vejo os seus erros
Não há nada de novo
Ainda somos iguais
Então não me chame
Não olhe prá trás...
Você diz não saber
O que houve de errado
E o meu erro foi crer
Que estar ao seu lado
Bastaria!
Ah! Meu Deus!
Era tudo o que eu queria
Eu dizia o seu nome
Não me abandone jamais...
Não me abandone jamais...

3 de jun de 2010

minha ausencia nos lindos espaços: estou corujando meus filhos hahahaha...amo voceis...bjos.

Não sou pra todos.
Gosto muito do meu mundinho.
Ele é cheio de surpresas,
palavras soltas e cores misturadas.
Às vezes tem um céu azul, outras tempestade.
Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos.
Mas não cabe muita gente.
Todas as pessoas que estão dentro
dele não estão por acaso.
São necessárias.

- Caio F. Abreu –

obrigada pelo carinho.....

1 de jun de 2010

Selinho Fabuloso!!

Ganhei este selinho da minha querida amiga maria, do blog:
http://algarve-saibamais.blogspot.com/

Fiquei feliz por me incluir na sua escolha, obrigada amiga.
Regras:Dizer o que nos deixa triste e o que nos faz feliz.
 algumas coisas tristes:
a falta de respeito aos idosos (ou melhor idade)...
o não amor aos animais...
as crianças...
a falta de respeito com o nosso planeta....
abuso de nossos governantes....
acabar com a miseria que vive nossos semelhantes...
e que a educação e a saúde não fosse apenas sonhos e sim uma grande 
realidade... e por ai vai....




Algumas coisas que tornam a minha vida mais feliz:

…cantar!
...tocar piano...


…um abraço de um amigo

…o cheiro dos morangos frescos

…um sorriso ...

…o cheiro fresco dos lençóis lavados

…o riso de uma criança

…uma praia solarenga

…quando o dentista me diz que não tenho cáries

…o rebentar das ondas e o seu som

…o cheiro da primavera

…a excelente sensação de quando ajudamos alguém a resolver um problema

…sentir-me saudável

…poesia

…a primeira noite quente de Verão

…saber que os meus amigos se preocupam realmente comigo

…o mimo dos meus filhos....



…ver o pôr-do-sol com a pessoa amada

…nadar

…um banho quente e relaxante

…receber de volta dinheiro dos impostos

…uma lareira numa tarde chuvosa de Inverno
...
Nomear dez mulheres fabulosas:
Realmente não é uma tarefa muito fácil, pois minhas amigas são todas muito queridas e especiais, 
então deixo para todas mulheres fabulosas que passam por aqui....


É UMA HONRA RECEBE-LO AQUI !