13 de mai de 2010


“Eu nunca fui uma moça bem-comportada.
Pudera, nunca tive vocação pra alegria tímida,
pra paixão sem orgasmos múltiplos
ou pro amor mal resolvido sem soluços
Eu quero da vida o que ela tem de cru e de belo.
Não estou aqui pra que gostem de mim.
Estou aqui pra aprender a gostar de cada detalhe que tenho.
E pra seduzir somente o que me acrescenta.
Adoro a poesia e gosto de descascá-la até a fratura exposta da palavra.
A palavra é meu inferno e minha paz.
Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que me deixa exausta.
Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo.
Sei chorar toda encolhida abraçando as pernas.
Por isso, não me venha com meios-termos, com mais ou menos ou qualquer coisa.
Venha a mim com corpo, alma, vísceras, tripas e falta de ar...
Eu acredito é em suspiros,
mãos massageando o peito ofegante de saudades intermináveis,
em alegrias explosivas,
em olhares faiscantes,
em sorrisos com os olhos,
em abraços que trazem pra vida da gente.
Acredito em coisas sinceramente compartilhadas.
Em gente que fala tocando no outro, de alguma forma,
no toque mesmo, na voz, ou no conteúdo.
Eu acredito em profundidades..."

Maria de Queiroz


27 comentários:

Chica disse...

Linda e bem intensa poesia!Um beijo e tudo de bom,chica

Pelos caminhos da vida. disse...

Ficou charmoso o novo visual do seu espaço amiga adorei, uma perguntinha vc toca piano?

beijooo.

Luciana P. disse...

Apesar de não fazer poesia, também gosto muito de poesia e adoro saboreá-la ao máximo, tirar cada palavra, expô-la ao máximo do meu entendimento e emoção. Lindo post, Rita! Beijos!

Sônia Silvino disse...

Gostei muito e me identifiquei em algumas coisas! rs
Bjkas, minha amada!

DESASSOSSEGADA disse...

Adorei esse post lindo, se contentar com meio termo comigo nao... Não sei viver pela metade amar pela metade, ser meio amiga, meio feliz ou é oito ou oitenta...

Bjos

Pimentinha Brasileira disse...

Oiiii, que bom que visitaste a Pimenta! Venha sempre!
Bjs!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá
Isso é viver plenamente, aproveitando cada minuto de sua existência.
Beijos

Tais Luso disse...

Poema intenso, verdadeiro, vai fundo... Gostei porque fala tudo.

beijinhos
Tais Luso

Tais Luso disse...

Poema intenso, verdadeiro, fala tudo. Gostei muito.

beijos!
Tais Luso

KINHA disse...

Olá amiga

Passei para lhe desejar boa noite.

Bjo

Anônimo disse...

Ritinha, o blog está lindo!!!
O espaço fica cada vez mais gostoso e aconchegante.....parabéns.

bjus
nice

Valentina Rosin disse...

Fico feliz quando participas do meu mundo!
Bjsssss!

Sônia Silvino disse...

Olá!
Vim lhe fazer uma visitinha. E desejar um ótimo final de semana.
Bjkas, muuuuuitas!

Pedrasnuas disse...

COM TODO O PRAZER SEREI MAIS UMA MELODIA...SÓ ESPERO NAO DESAFINAR...E SE LER UMA NOTA DE COR DIFERENTE...POSSIVELMENTE SERÁ A MINHA... TAL COMO ELA ACREDITO EM PROFUNDIDADES...PENSO QUE SE PODE DESCER AO INFERNO, SUBIR AO CÉU...E PROCURAR A TAL SALVAÇÃO...MUITO MAIS DO QUE RESPIRAR...É RASGAR-SE TODO ATÉ SANGRAR...

POEMA EXCELENTE!!!!

BEIJINHOS E BOM FIM DE SEMANA

Pelos caminhos da vida. disse...

Que honra ter uma amiga pianista, era o sonho da minha mãe, pena ela não ter realizado e nem conseguiu realizá-lo com nenhum neto.

Bom fim de semana amiga.

beijooo.

{♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ disse...

Bom Diaaaaaaaaaaaaa!
vim te oferecer um Selinho.
(Para esse Blog eu tiro meu Chapéu)
Espero que goste...

Uma bela tarde para você e um
maravilhoso FdS beijos fica com Deus!

Majoli disse...

Ulálá...maravilha, que delícia deve ser a gente ser assim...amei sua escolha minha querida amiga.

Estou até suspirando do lado de cá.

Beijos, muitos, dentro de teu ♥

Ricardo Calmon disse...

Olá blondy Rita,amiga queridérrima du moi:
mininu esse fotógrafo,já teve a honra de participar de vários posts de minzinhu,desde o globo on linners até aqui nesse blog porreta,onde Deusssssssssssssssssssssss,em oportuno,me oferendou a graça de te conhecer,após salamaleques esses,que aqui denominamos baba ovo,te agradeço a ternura plena e perpétua,assim como o teu versar,sabe minina blondy,se nascessemos na mesma maternidade,em dia e hora igual,tam maternidade explodiria de luz,diante de tanta luz em parir nuestro.Pura amizade a primeira vista,e eu,snif,desde mininu em Taubaté,snif no explendor de mocidade minha,não tive a graça de te conhecer,snif,reclamerei com o Senhor!
Voce quase usou todas as fotos desse genial fotógrafo,mas como neófito teu,haha!suplantarei a mim mesmo!

te amo pessoa amiga minha!fraternalmente é,snif,claro rerere!

bzuz carismaticos del el fuefo

I Viva La Vida!

Juliana Mendes disse...

tbm sempre fui meio dona de mim, muito fatal.
muito nem aí, muito aí só p mim, e pro que eu preciso!!
=D

Grafite disse...

Ah!obrigada pelo carinho querida *.*

beiijo

Poesia...Poesia disse...

Acredito em coisas sinceramente compartilhadas.
Em gente que fala tocando no outro, de alguma forma,
no toque mesmo, na voz, ou no conteúdo.
Eu acredito em profundidades..."

Maria de Queiroz


Lindooooooo......Parabéns amada.
Obrigada por compartilhar.

BOM FDS E BEIJOS MEUS!

Luciana disse...

Oi Amiga
Que bonito esse texto tem a ver comigo algumas coisas.
Bjs e bom findi
Lu

Sil.. disse...

Esse texto já esteve por um bom tempo no meu Orkut.
Tão euuuuuuuuu rs.
Adoro.
Seu espaço é lindo, vim retribuir seu carinho no meu blog, e me encantei aqui.
Um grande abraço!

Úrsula Avner disse...

Oi amiga, texto intenso em emoções, cheio de verdades subjetivas e marcantes... Obrigada pelo carinho de sempre. Bj e um ótimo fim de semana.

nice disse...

Ritinha, obrigado pela visita e pelas palavras carinhosas.

Te gosto muito!!!!

"Qualquer ideia que te agrade,
Por isso mesmo... é tua.
O autor nada mais fez que vestir a verdade
Que dentro em ti se achava inteiramente nua..."
Mário Quintana


bjus
nice

Fa menor disse...

Lindas palavras
.

linda poesia
.
muito profundo!

Beijinhos

Ivy disse...

Amiga, suas escolhas são maravilhosas.
Esse texto é demais!!!

"Eu nunca fui uma moça bem-comportada.
Pudera, nunca tive vocação pra alegria tímida, pra paixão sem orgasmos múltiplos ou pro amor mal resolvido sem soluços. Eu quero da vida o que ela tem de cru e de belo...

A palavra é meu inferno e minha paz. Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que me deixa exausta. Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo. Sei chorar toda encolhida abraçando as pernas.
Por isso, não me venha com meios-termos, com mais ou menos..."

Muito show!!!

Parabéns, minha linda!

É UMA HONRA RECEBE-LO AQUI !